300 Discos Importantes da Música Brasileira

Alternativa para baixar os 300 discos

Posted by 300discos em 07/11/2012


Pessoal,

um amigo criou uma alternativa para baixar os 300 discos: um torrent com todos eles. Quem estiver interessado, pode buscar o magnet link na página dos 300 discos.

 

21 Respostas to “Alternativa para baixar os 300 discos”

  1. jamz8 said

    Caros amigos, eu escolhei o magnet e agradeço a quem teve a ideia, mas eu queria dizer que o principio do P2P, o compartilhamento desse modo, é de deixar a pasta baixada para ficar como “source”. Esta manha teve nenhuma source disponivel, e agora, uma so. A regra nao escrita é ao menos de deixar a pasta baixada como source o mesmo tempo que o tempo de baixamento… Desculpe pelo português, nao sou brasileiro. Vou deixar essa mensagem tambem no outro post que fala de magnet.

    • 300discos said

      Ola Jamz8. Verifiquei agora e tem 4 seeds funcionando para este torrent, além de 27 peers. Será que nã há algum problema com seu cliente de torrent?

      • jamz8 said

        Obrigado ainda, eu fiz meu comentario no ultimo link, agradeço ainda, nao tem problema, é so para lembrar aos “novos” usuarios de P2P que é melhor manter a pasta completa (tornar se um “fonte”, source, ou seed) um tempo minimo para os outros poder baixar mais rapidamente, um “bom” tempo é manter assim durante cerca do tempo do baixamento.
        Muitos abraços a todos

  2. Miguel said

    Caro 300,

    Talvez possamos ajudar se o amigo nos preparar um guia para “dummies” indicando-nos
    como devemos fazer para produzir magnet-links.

    • 300discos said

      Olá Miguel,

      eu só sei criar magnet links utilizando o uTorrent. Nele, depois de ter criado o torrent e colocado para semear, basta clicar sobre ele com o botão direito do mouse e escolher a opção “Copy magnet URI”. Feito isso, eu vou em http://mgnet.me/ , dou um control-V na primeira caixa, e gero um link “normal” a partir do Magnet link ao clicar em “Shorten URI”.

      • Miguel said

        Neste momento não vou poder tentar. Mas mais tarde vou ver se consigo decifrar todas essas instruções.
        Espero poder ser útil.

        • jamz8 said

          Miguel, nao vale criar outros magnet, ao contrario, devemos baixar o magnet original, e como eu disse, uma vez baixado a pasta completa (com Vuze ou outro software gratuito), nao meixer ela (é suficiente copiar ou gravar o conteudo em uns DVD’s), vai fazer o trabalho e tornar se uma fonte para os outros, assim sera mais rapido para todos.
          Abraço

        • Miguel said

          Obrigado pela dica, Jamz8.

          É que eu tenho cerca de (já perdi a conta) 8 mil CDs, ou mais e mais, não sei quantos, mil LPs. A maior parte deles de música brasileira.

          Considero isso um acervo cultural de muita importância. Apesar de baixar CDs pela Internet, continuo adquirindo aqueles que gosto mais. Acho, até, um grande tiro no pé a política das gravadoras, já que é graças à Internet que a gente pode conhecer novos e velhos artistas. Daí em diante, o boca à boca serve para divulgar o trabalho dos melhores.

          Bem…. acabei me desviando do assunto…

          Eu estou, faz tempo, tentando digitalizar minha coleção. Acho que isso vai ser um trabalho para duas ou três vidas, já que não posso me dedicar inteiramente a isso.

          O que eu tinha pensado era poder deixar disponível os “magnet links” para versões “lossless”.

          Mas é mais uma tarefa que tenho que encontrar um tempo para fazer.

          Desde que disse que iria tentar seguir as instruções do 300, ainda não tive tempo para tentar.

          Acho que há uma divergência filosófica em curso: direitos autorais x preservação histórica da cultura.

          Acredito que ambos os conceitos possam conviver harmonicamente. O conceito de “pirataria”, inventado
          pelos norte-americanos, não ajuda em nada nessa conviivência.

          Respeito, e muito, os direitos autorais de todos os nossos maravilhosos compositores e artistas. E, por isso mesmo, considero de suma importância o compartilhamente e o ti-ti-ti resultantes da opinião dos seus fans.

          Acho que os EUA também tem uma produção cultural na área da música muito boa. Mas se eles preferem mantê-la como documentos “classificados” o problema é deles.

          Para nós, no Brasil, quanto mais pudermos divulgar nossa rica cultura musical ao mundo, melhor. O que é bom para os EUA, nem sempre é bom para nós.

          Por isso louvo os trabalhos do “300 discos”, do “Um que tenha”, do “Loronix e dos seus órfãos”, e de tantos outros que ajudam a deixar nossa cultura ao alcance de todos os que por ela se interessem.

          Se eu puder arranjar um tempo, tentarei criar os magnet linkas para os arquivos em formato “lossless”.

          De qualquer forma, lanço a ideia para quem quiser.

          Obrigado, mais uma vez.

  3. Alexandre Ortolani said

    Grande feito!!! Compartilharei 2 vezes o arquivo total baixado. Ótima contribuição.

    Seria incrivelmente interessante fazer o mesmo com o restante dos arquivos. De todo modo, agradeço!!

  4. Thiago Brasil said

    Acabei de concluir o download agora, conteúdo fabuloso. Isto é um trabalho de utilidade pública!
    Deixarei o Transmission ligado periodicamente, pra poder compartilhar o arquivo com quem mais estiver com esse torrent.

  5. Andres said

    Muito obrigado!!!
    Eu também se juntou ao torrent para iniciar o download.
    Quando o download vai dar 7 x 24, muito tempo ..
    Eu sou de Moscou, da Rússia, o estudo Português.
    E nós temos a música brasileira é muito popular, mas é difícil de obter. longe 🙂
    Você está fazendo um grande favor e um trabalho muito bom.
    Muito obrigado!

    • 300discos said

      É que o arquivo é gigantesco, 34,7 GB, por isso demora tanto. Deixe semeando depois, para nos ajudar!

      Obrigado,

      • Andres said

        Sim, é claro.
        Isso é o que eu pretendo plantar o mais cedo possível.
        Até agora recebido apenas 15%, mas é semeada em duas vezes mais do que recebeu.

  6. Lourival Augusto said

    Olha pessoal, comecei a baixar o torrent dos 300 discos e observei uma coisa (ainda está em cerca de 2% do download) alguns discos estão completos, com extensão dos arquivos compatível, tempo, etc, com imagens, mas alguns áudios estão misturados com áudios diferentes, alguns até eu descobri que não tem nada a ver com os 300 discos desta série. Ficam corrompidos esses arquivos. Será que alguem percebeu isto? Um exemplo: o disco do MPB4 Cicatrizes já na faixa 01, Agiborê, o áudio tem duas misturas diferentes do arquivo original, um de uma rádio FM anunciando um especial com Cartola e em seguida uma voz em espanhol falando sobre arte, portanto não tem nada a ver com os outros discos da série. Fico preocupado em esperar um tempão enorme baixando e os discos vierem com arquivos danifificados (minha comexão é via rádio e lenta). Qualquer orientação será bem vinda. Gts!

    • 300discos said

      Oi Lourival,

      verifiquei agora os arquivos do MPB4 Cicatrizes e ele estão perfeitos. Como você falou que baixou apenas 2%, não seria porque ainda não tinha buscado os arquivos completos?

    • Andres said

      Então, o que acontece com os arquivos pendentes (<100% feito).
      Eu baixei tudo. Eu posso verificar, se a chamada arquivos específicos: disco/canção.

    • Andres said

      Verificados ‘1972 – Cicatrizes1.Agiboré.mp3’ e ouviu outros álbuns de 300, antes. Tudo está bem.

  7. Marco Aurélio said

    Aqui eu uso o vuze e o link diz que não está encontrando fontes.

    • 300discos said

      Oi Marco Aurélio, verifiquei agora no meu uTorrent e ele indica 5 fontes (seeds) e 6 peers. Eu sou um dos fontes. Veja se não começou o download aí para você.

  8. Escutem este som e veja que inovação esta banda está trazendo para musicalidade nacional. (COPULAR) http://www.soundcloud.com/banda-copular

    Abraço e muita luz!!!!!!!!!!!!!!

  9. Aproveite e baixe as canções da Banda Copular neste link: http://www.copular.tnb.art.br

    Paz e luz!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: